google-site-verification=dvB2QRCePe7dYZ2OVuCDLFGOULJlTSp0GvbmcDscA0o

Quem Somos

Melhores pessoas, melhores resultados.
Somos uma empresa de consultoria que acredita que o desenvolvimento humano é o principal fator de geração de resultados para uma organização. Por este motivo construímos resultados surpreendes com nossos clientes através do engajamento e preparação de pessoas nas organizações.

Horário de Atendimento

Monday - Friday 09H-18H
Saturday - Sunday Fechado

contato@merithu.com.br

(51) 98116.6890 • (51) 99362-2743 • (51) 99688-8229

Top

O jeito Google de desdobrar as metas

Como a metodologia OKR auxilia no desdobramento ágil de metas

O jeito Google de desdobrar as metas

Desdobrar metas é uma tarefa que exige conhecimento, paciência e disciplina. O desdobramento de metas, também chamado de Hoshin Kanri pelos japoneses, foi desenvolvido com o objetivo de solucionar os problemas relacionados aos temas prioritários da organização. Este método consegue envolver, através do desdobramento das metas da alta administração até o nível operacional da empresa, todos os funcionários na busca pelos objetivos estratégicos.

 

Mas como fazer este envolvimento rapidamente nos dias atuais onde o ambiente, tanto interno como externo, muda em uma velocidade cada vez maior?

 

O desdobramento de metas clássico, introduzido por Akao (1991), apresenta um modelo que foi adaptado por Andy Grove para a Intel (denominado de iMBOs – Intel Management by Objectives) e depois por John Doerr no Vale do Silício, que se transformou em OKRs na startup chamada Google.

 

O modelo de desdobramento de metas OKRs (Objective Key Results) responde à questão apresentada acima, pois permite que rapidamente as metas estratégicas cheguem aos níveis operacionais (o desdobramento é feito de forma imediata, ou seja, divulgada a meta global todos começam a definir suas medidas), transformando-se em ações imediatas e que, através de ciclos mais curtos (trimestres e até meses), são reavaliadas em função das mudanças internas e externa.

 

Baseada no modelo de desdobramento, onde toda meta deve ter medidas suficientes para ser alcançada, as OKRs introduzem a necessidade de que estas medidas sejam mensuráveis, ou seja tenham um valor e prazo para serem atingidas.

Fonte: Adaptado de OKRs da Missão às Métricas (2018)

 

A questão do cascateamento das metas também foi adaptada, sendo que no modelo OKRs é mais flexível, pois os colaboradores são incentivados a definir seus OKRs alinhados com os objetivos mais elevados, elaborando e executando rapidamente seus planos de ação.

 

Em resumo, em tempos de mudanças é necessário rever todo e qualquer modelo, adaptando-se rapidamente aos novos requisitos dos clientes.

 

CARLOS AFONSO ZILLI, Ms | Sócio-Diretor da MERITHU

 

Referências:

– AKAO, Yoji , Hoshin Kanri: Policy Deployment for Sucessful TQM, Productivity Press, INc, USA, 1991.

– DOERR, John, Measure What Matters: How Google, Bono, and the Gates Foundation Rock the World with OKRs, Penguin Random House, New York, 2018

– CAMPOS, Vicente F., Gerenciamento pelas Diretrizes (Hoshin Kanri) , FCO, Belo Horizonte, 1996.

– HOMEM DE MELO, Francisco. OKR´s da Missão às Métricas, HR. Rocks, 2018;

Imagem de capa: JP&F Consultoria

MERITHU Consultoria

Somos uma empresa de Consultoria que acredita que o desenvolvimento humano é o principal fator de geração de Resultados para uma organização.

No Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: