google-site-verification=dvB2QRCePe7dYZ2OVuCDLFGOULJlTSp0GvbmcDscA0o

Quem Somos

Melhores pessoas, melhores resultados.
Somos uma empresa de consultoria que acredita que o desenvolvimento humano é o principal fator de geração de resultados para uma organização. Por este motivo construímos resultados surpreendes com nossos clientes através do engajamento e preparação de pessoas nas organizações.

Horário de Atendimento

Monday - Friday 09H-18H
Saturday - Sunday Fechado

contato@merithu.com.br

(51) 98116.6890 • (51) 99362-2743 • (51) 99688-8229

Top

Metodologia LEGO Serious Play: Da Brincadeira a Estratégia

Metodologia LEGO Serious Play: Da Brincadeira a Estratégia

 

“Você pode aprender mais sobre uma pessoa em uma hora de brincadeira do que em uma vida inteira de conversação” Platão

 

A frase de Platão citada acima evidencia o poder do lúdico no dia a dia das pessoas, ou seja, uma brincadeira trabalha questões sensoriais que podem revelar, de forma espontânea, comportamentos, valores, significados e verdades que dificilmente se mostrariam através de conversas, permitindo que novos insights surjam somente por quem está envolvido na brincadeira.

Entendendo isso, as empresas têm procurado alternativas lúdicas para lidar com a frustração da aplicação das técnicas tradicionais para formular estratégias. A formulação de estratégias nos dias de hoje exige compreender que isso se trata de um processo vivo e não uma formalização de ações em um documento que ficará guardado na gaveta. Por isso, as novas metodologias de formulação estratégica devem focar numa visão centrada nas pessoas como principais geradoras de conhecimento para a organização.

É nesse contexto que surge a metodologia LEGO® Serious Play®, projetada para potencializar equipes e organizações na busca de melhores soluções para seus problemas, otimizando seus processos de comunicação e gerando impactos duradouros e transformações positivas no desempenho do negócio. A seguir, entenda mais sobre esta metodologia e como colocar ela em prática.

 

 

História

 

A metodologia surgiu em 1996 quando a LEGO® passa por uma restruturação estratégica, já que seus brinquedos estavam perdendo mercado com a popularização dos videogames. Na época, o presidente, Kjeld Kirk Kristiansen, convidou professores e universidades (International Institute for Managment Development – IMD, Suíça e Massachusetts Institute of Technology -MIT, EUA) para procurar novos caminhos para a organização.

O método foi replicado em diversas companhias para confirmar sua eficácia. Uma das primeiras experiências foi com os funcionários da Agência Espacial Americana (NASA), mas outras grandes empresas como Coca-Cola, Google, Microsoft, MasterCard, Citigroup também já utilizaram a ferramenta. Hoje, LEGO® Serious Play® é um braço importante da empresa.

 

 

Fundamentação teórica

 

Por trás de algo aparentemente simples como montar figuras com blocos, existe uma teoria complexa que sustenta a aplicação da metodologia: a Teoria Construtivista de Seymour Papert e Jean Piaget. Conforme esta linha de pensamento, os indivíduos constroem seus próprios conhecimentos por meio de interações e ferramentas.

Por isso, a LEGO® Serious Play® estimula a união entre exercícios manuais e cerebrais. Ao juntar as pequenas peças ao mesmo tempo em que pensam sobre uma questão não resolvida, os indivíduos estimulam tanto o lado esquerdo do cérebro (responsável pelo pensamento intuitivo e emocional), quanto o lado direto (responsável pelos pensamentos lógicos).

 

 

Vantagens

 

Baseada nas pessoas, a metodologia LEGO® Serious Play® possui algumas vantagens em relação a outros métodos:

Democratização: na maior parte das reuniões de desenvolvimento de ideias (brainstorming) o princípio de Pareto (leia mais sobre o princípio de Pareto aqui) também se aplica, pois a maior parte das soluções ou ideias são desenvolvidas por apenas alguns participantes. Já nesta metodologia, 100% das pessoas são envolvidas na solução, desde a construção do modelo até no compartilhamento e discussão do mesmo.

Criatividade: a utilização dos dois lados do cérebro numa mesma atividade, maximiza o potencial de inteligência dos indivíduos, ajudando a trazer à tona novas soluções para os dilemas empresariais. As mãos traduzem pensamentos de forma mais rápida e intuitiva que a linguagem verbal. O ar de brincadeira incentiva que ideias pouco comuns surjam, engajando os participantes a serem inovadores.

Comunicação: ao ter que explicar o modelo, cada participante se obriga a utilizar o melhor da sua comunicação para traduzir sua ideia desenvolvendo o story telling. Durante a reflexão das ideias, a discussão gira em torno do modelo (por que o modelo contém isso?) e não sobre a decisão das pessoas (por que você colocou isso?). Além disso, ao falar em voz alta suas ideias, o participante faz novas conexões e aperfeiçoa seu modelo.

Colaboração e engajamento: quantas ações são definidas em reuniões e nunca são executadas? Ao construir de forma conjunta as soluções, esse problema é eliminado. Diferente das técnicas tradicionais, o conhecimento vai sendo construído e consolidado por todos os envolvidos, gerando maior chance de execução das ideias.

 

 

Aplicação e níveis

 

A metodologia é uma poderosa facilitadora para resolução de problemas, podendo ser combinada com diferentes ferramentas (Canvas, Design Thinking, BSC, Matriz SWOT, Construção de Cenários, etc). Apesar de ser originalmente utilizada para a formulação de estratégias, sua versatilidade permite que seja usada também para realizar o planejamento anual de uma empresa, definir a cultura organizacional, testar protótipos de produtos, mapear processos, desenvolvimento de um projeto ou nova ideia, etc.

Cada tipo de problema a ser resolvido exige um nível de complexidade diferente, como mostra a imagem abaixo. Assim, pode-se iniciar com a simples (mas poderosa) construção de um modelo individual até atingir a criação de entendimento e significado comum usando modelos compartilhados e construindo sistemas de “real time strategy”.

  

Fonte: Livro Serious Work (Sean Blair, Marko Rillo & Partners)

 

 

Passo a Passo

 

Para colocar a metodologia na prática é necessário que alguém da empresa seja eleito facilitador. Este facilitador deverá ser responsável pelo planejamento do workshop e pela orientação durante o workshop, como mostrar. A fase de planejamento se resume em estabelecer os objetivos e desenvolver as questões que serão trabalhadas durante o workshop.

 

Fonte: Livro Serious Work (Sean Blair, Marko Rillo & Partners)

 

A proposta do workshop é seguir quatro passos que iniciam com desafiar a equipe com uma série de perguntas. Na sequência, os participantes devem refletir e responder as perguntas por meio de representações visuais com peças de LEGO®. Na sequência, cada pessoa deve compartilhar em voz alta o que significa sua representação visual. Por fim, é hora de refletir em conjunto sobre o que foi feito, como forma de memorizar e melhorar o que foi compartilhado. Para cada objetivo ou ferramenta de gestão utilizada, este processo deve ser repetido. Veja abaixo um resumo de cada etapa do workshop:

Passo 1: Desafiar a equipe. Neste momento é apresentado o problema que deverá ser resolvido, com descrição clara e concisa.

Passo 2: Construir o modelo. Esta é a fase em que os participantes se conectam consigo mesmo e começam a manipular as peças para a construção dos modelos.

Passo 3: Compartilhar significado. Durante esta etapa, as histórias são contadas para o grupo todo, onde mais insights são gerados, incrementando o processo de narração.

Passo 4: Refletir. Para finalizar, a última etapa é uma reflexão da narrativa anterior, como forma de internalizar e memorizar o que foi ouvido e compartilhado.

 

 

Conclusões e último recado

 

A Metodologia Lego® Serious Play® é uma forma fácil e divertida que pode e deve ser usada em conjunto com outras ferramentas e modelos para aumentar encontrar soluções mais criativas e colaborativas, promovendo a colaboração e comunicação no time. Você tem um problema pra resolver na sua empresa? Comece com algo simples! Teste a aplicação da metodologia, aprenda com ela e continue aperfeiçoando!

Você já usou essa metodologia, tem uma dica para este artigo ou alguma dúvida? Não deixe de comentar aqui!

 

Karen Medroa, MSc e Roberto Martini | Consultores MERITHU

 

 

Referências:

 

Building a Better Business Using the Lego Serious Play Method por Per Robert Rasmussen Kristiansen

Serious Work por Sean Blair, Marko Rillo & Partners

Site da LEGO® (https://www.lego.com/en-us/seriousplay)

Workshop Estratégia em Tempo Real com LEGO® Seriou Play® por AMCHAM Porto Alegre e DEFÍ

MERITHU Consultoria

Somos uma empresa de Consultoria que acredita que o desenvolvimento humano é o principal fator de geração de Resultados para uma organização.

No Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: